Newsletter
Contatos

Matriz
Rua Raimundo Chaves, 2182 - 5º andar
Candelária, Natal
Rio Grande do Norte, Brasil
CEP: 59064-390
Telefone: +55 (84) 3344-7100
Fax:         +55 (84) 3344-7105

Jucurutu
Travessa Sete de Setembro, 111 A
Centro, Jucurutu
Rio Grande do Norte, Brasil
CEP: 59330-000

Mina do Bonito - Jucurutu
Sítio Bonito, S/N
Zona Rural, Jucurutu
Rio Grande do Norte, Brasil
CEP: 59330-000

Juazeirinho
Rodovia KM 319, 790, S/N
Margem da Ferrovia LTNR
Sítio Belo Horizonte, Juazeirinho
Paraíba, Brasil
CEP: 58660-000
Telefone: +55 (83) 3382-1763

Ipojuca
Avenida Portuária, S/N
Porto de Suape - Ipojuca
Pernambuco, Brasil
CEP: 55590-000
Telefone: +55 (81) 3527-4110

São Paulo
Rua Jerônimo da Veiga, 45 – 16º Andar
Itaim Bibi – São Paulo
São Paulo, Brasil
CEP: 04536-000
Telefone: +55 (11) 3167-2202

O Setor de Mineração

O setor de mineração envolve desde a extração das matérias-primas, incluindo a produção de minérios, até a logística para sua comercialização. A atividade de mineração tangencia, sob uma perspectiva ampla, todos os setores da economia: primário (pesquisa e extração mineral), secundário (metalurgia, siderurgia, química, etc.) e terciário (transporte, comércio, reciclagem). Por essa razão, a atividade de mineração tradicionalmente movimenta grandes quantidades de recursos na economia, impactando significativamente o crescimento econômico. No Brasil, a mineração tem sido um importante pilar de sustentação da economia nacional. A geodiversidade e a dimensão continental são fatores fundamentais ao grande potencial mineral e à projeção do País, nas décadas recentes, a uma posição de crescente destaque no mercado internacional de commodities minerais.

O minério de ferro e seus subprodutos são utilizados como matéria-prima na indústria siderúrgica. Como conseqüência, a demanda por minério de ferro, bem como o seu preço, estão diretamente relacionados ao setor siderúrgico mundial, que, por sua vez, é fortemente influenciado pelo crescimento econômico mundial. De forma consistente nos últimos vinte anos, períodos de crescimento econômico prolongado têm incentivado o desenvolvimento da indústria de mineração, incluindo-se a indústria de minério de ferro. [Em 2007, o mercado transoceânico global totalizou 780 milhões de toneladas, comparados com 725 milhões de toneladas de minério de ferro em 2006.] Esse crescimento, especialmente influenciado pela industrialização recente de países em desenvolvimento, tem aumentado a demanda e pressionado os preços de diversos metais ferrosos e não ferrosos, atualmente em níveis bastante elevados.

O setor de mineração é um setor de capital intensivo, exigindo-se grandes investimentos para iniciar o processo de extração em uma região. Os investimentos são necessários para prospecção, desenvolvimento da lavra, construção de usinas e da infra-estrutura necessária para a operação. Ademais, esses investimentos são realizados com perspectivas de longo prazo, já que sua efetiva construção pode durar anos. Por outro lado, as receitas só se iniciam com a venda do minério, o que, muitas vezes, ocorre anos depois do início do investimento. Esse descolamento entre custos e receitas iniciais aumenta o risco do setor e é responsável por muitos dos desequilíbrios de curto e médio prazo entre demanda e oferta pelos diferentes metais, além de constituir uma elevada barreira à entrada. Por esse motivo, nessa indústria, os investimentos são feitos com perspectivas de longo prazo e dependem de regras estáveis para ser bem sucedidos.

O setor é altamente competitivo e passa por um processo de consolidação, com a formação de grandes companhias mineradoras mundiais, que tendem a se concentrar em depósitos com grande quantidade de recursos e portfólio diversificado, além de pequenas e médias empresas, que tendem a se concentrar em jazidas de menor porte.

Assim como as grandes companhias do setor, as pequenas e médias empresas procuram ativamente novas oportunidades minerais por meio de prospecção e pesquisa e, como resultado do acelerado crescimento do setor mineral e a liquidez na economia global, têm conseguido financiar seus projetos de prospecção e expansão por meio de aportes de capital ou emissão de títulos de dívida.